Templates da Lua

Histórico

+ veja mais

Categorias

Votação

Dê uma nota para meu blog

Outros Sites

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular

Visitante Número

Créditos

Templates da Lua

17/05/2012

E como as voltas que o mudo dá, cá estou eu novamente pra expôr em forma de texto meus sentimentos atuais. Meu desabafo cibernético que me faz bem tal como yoga talvez o faria. 

Queria mesmo era não me apaixonar mais! Aquele sentimento bom de que todo mundo fala, mas parece que esquecem a dor que o acomete em seguida. Não (só) por desilusão, mas pelo sofrimento da incerteza em certas vezes. Do ato de saber se pode se fazer entregar a alguém que momentaneamente te traz um êxtase sem igual. Um prazer pra alma. 

Não existe amor pleno, perfeito. Na verdade, existe sim, o amor de irmão, de amigo. Mas quando falamos de amor carnal, não existe!

O pior de tudo não é ser iludido... É se deixar iludir! Mentir pra si, sem o maior discernimento ou discrepância. Ninguém avisa que a mentira pra si é o ato mais falho do ser. Porque quando você se dá conta da mentira, descobre que ela sempre esteve ali, o tempo todo, e você por mais que soubesse, a varria para debaixo do tapete!

Choro, lamúria, ladainha! 

Vergonha na cara ninguém quer tomar. É muito mais fácil fazer drama do que encarar o drama, ou melhor, do que viver um real drama!

 

Mundo, me faça um favor e vá tomar no olho do seu cú! Junto com amor e sentimentos afins! 

Assinado alguém que resolveu tomar vergonha na cara e virar homem!

 

 

 


Escrito por keniaanjo às 16h33
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

25/08/2011

Cair

Eu ainda vou dar a volta por cima, ganhar uma bolada e cagar pra quem não acreditou em mim. Vou cagar pra sociedade!
Eu vou beber até cair, vou fumar até perder o ar, vou dançar até cair, e cair, cair, cair.
E no outro dia, apesar da ressaca, vou ter amnésia alcólica e não irei lembrar de nada. :)

As pessoas se preocupam demais com o quê as outras vão dizer, pensar. Mas e daí? Quem liga? 
Quem perde o tempo pensando sobre os outros é gente que não tem o quê pensar, e gente que não pensa não merece preocupação. Pré ocupação, isso é o que eles deveriam ter, deveria se ocupar antes, antes de perder o tempo se preocupando em falar. Na verdade, deveriam escutar!


Escrito por keniaanjo às 01h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

29/04/2011

Cada dia acordo mais tarde, tomo mais porres, uso mais drogas, bebendo mais e mais, sempre mais. 
A cabeça dói pela falta de objetivo, pela falta de privacidade, pela falta de grana, pela falta dos meus amigos, e falta até de mim mesma para comigo. Que já não anda dando satisfação.
São mergulhos e mais mergulhos numa autodestruição sem limites. As vezes encontrando um equilíbrio, mas sempre passageiro. De pequenos problemas a grandes festas pra amenizar a angústia que já não é mais dor propriamente dita, é algo que vai além, quase uma tortura.


Escrito por keniaanjo às 01h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Sem rumo

Sem rumo.

Perdida em tantos caminhos. Sempre esperando a vida me escolher ao invés de eu fazer a escolha. Por que? Será que vai ser assim pra sempre? O quê eu faço?
O pior de tudo é que a única pessoa com as respostas sou eu mesma.


I'm feeling out of bounds
I'm running out of time
I know there's no such thing as either of them but
it doesn't make me feel any better

Out of sight, out of mind
Out of sight, out of mind
We're out of time
We're out of mind
Out of mind
Out of mind

I'm feeling overwhelmed
it's getting out of line
I know I'm not alone, just adolescents, you and I
It doesn't make me feel any better


Escrito por keniaanjo às 00h55
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

20/04/2011

Voyeur

Talvez eu me exiba pra vc no intuito de satisfazer um ego fictício. De pensar que vc gosta tanto daquilo, de me ver, quanto de mim.


Escrito por keniaanjo às 06h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

12/02/2011

"Não confunda ficção com realidade..."

-É tanto de vc em vc mesmo, que vc precisa de personagens pra suprir tudo isso. Pra suprir suas ilusões, seus desejos. O que vc queria ser.
Eu me apaixonei não por você, mas pelo personagem, por alguém idealizado e a ficha só caiu ontem, quando eu lembrei de uma frase que vc mandou ela me enviar:

"Não confunda ficção com realidade."

É tudo sobre você, e o que você fez / vai fazer. São seus problemas e as pessoas que sempre estão no seu caminho. São as coisas que você procura pra arrumar mais dor de cabeça, mas sem essa dor você não conseguiria escrever as tais histórias.
História de desejo, eróticas. Situações vividas até... Mas de uma forma diferente. Afinal ninguém escreve como realmente aconteceu, porque não tem tanta graça. A graça de idealizar e transpassar como poderia ter sido.


Escrito por keniaanjo às 18h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/01/2011

As vezes falta algo

Andei pensando na minha vida, sobre o que devo fazer, o que posso, mas nada me vem a cabeça.
Hoje, cheguei a conclusão de que me falta inspiração, criatividade, o ato de estar completo... Me falta amor!

A TPM também ajuda a atenuar certas carências. Mas o fato, é que eu nunca conheci alguém que tenha me amado (acabei de chegar à conclusão nesse exato segundo, enquanto digitava a frase, e te digo, doeu). 

Dei uma risada, não sinto vontade de chorar, aliás é um snetimento engraçado.
Que merda hein, nunca ter sido amada.
Espero que esse ano me traga novas perspectivas. Preciso de inovação, preciso voltar a viver como antes.

Mesmo com as farras, bebedeiras, a noite acaba ali! A felicidade é momentânea. E a sensação de que falta algo continua, me rondando.

O mundo não dá vez pra quem é bonita, inteligente e seletiva.

Se fode aí!

Ps.: Mas se for pra amar alguém e se fuder novamente, eu prefiro continuar ignorando o amor. Continuar me divertindo com escolhas erradas.


Escrito por keniaanjo às 03h03
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

09/11/2010

Esporadicamente falando de dor

Geralmente é pra isso que eu venho, né? Uma espécie de terapia.
Parece que toda a semana maravilhosa que passei, foi jogada no vaso descarga abaixo. Que ódio que eu tenho de não ter a coragem necessária pra sumir. São os malditos 18 que eu espero! Os malditos 18 que vão me dar o passe livre. Não por questões morais ou éticas, mas a liberdade mental da minha consciência. É que infelizmente eu ainda tenho uma, pra com determinadas pessoas, que quase me dei por chutar certo dia atrás.
De qualquer forma não falta muito. E agora resolvi me prometer que independente de qualquer um, sou eu e eu, e vou correr atrás pra fazer com que as coisas aconteçam e eu finalmente consiga a minha tão sonhada e difícil liberdade.

Infelizmente eu volto a questões passadas, que me lembram a palavra TEMPO, grande pra caralho, em vermelho, saltando na minha cabeça. A porra do TEMPO que não passa, nunca. Ou melhor, passa e telembra que independente do que vc faça, precisa sempre de mais TEMPO, já que tudo leva o maldito TEMPO.

FODASE O TEMPO!

A cada palavra que digito, tenho vontade de digitar um fodase, seguido.

FODASE, FODASE, FODASE. A minha "família"? A minha vida? Nem eu sei o que quero que se foda.

Um cego na multidão, sem total auto controle de outros sentidos. Caído, no asfalto, se arrastando rua adiante, com milhares de pessoas passando em volta, extremamente apressadas e preocupadas com os malditos afazeres, olhando no maldito relógio a cada minuto.

FODASE! No fim você, eu e todo mundo vão pro mesmo lugar: pro saco!
E trouxa é quem pensa que tá vivendo, mas na verdade só existe.

(as vezes é bom desabafar)

 


Escrito por keniaanjo às 20h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

07/09/2010

Cheguei...

Já faz um mês, cheguei. Nem comentei. Te contei? Ah, não contei?! Pensei que havia sido pra você que falei. Falei assim que cheguei.
Então, vou te contar, sobre quando acabei de chegar. Ah, nem tem muito o que falar. Se lhe contasse que foi um erro, estaria mentindo, assim como daria no mesmo se dissesse que foi um acerto. Tô ai, meio a meio, esperando pra ver o que o últimos meses irão me dar.

Caramba, 1 mês.

Quiçá, hoje veja quem eu quero, quem eu gosto de estar. Tomara! É a única coisa que tem me mantido equilibrada, tentando fazer algum sentido, aqui, nesse país emergente, e sem estrutura para os "filhos deste solo".


Escrito por keniaanjo às 16h43
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

04/08/2010

Amigos

-Vou te apresentar uns amigos.
-Que amigos?
-Uns amigos... Sem família!
-E isso existe?
-Ta aí... Diante dos olhos. Meus, seus. Só que ninguém vê. Só quem se identifica.
É gente forte, na maioria das vezes, mas que sofre calada, por nao ter praquem gritar.
-Mas nao sao teus amigos?
-Sim, que sao. E como disse os vejo! Me gritam. Nao com a boca, e sim com a alma. Nao precisa escutar, é um barulho que se vê. Transparece pelos olhos, quase inperceptível. E citando Saint-Exupery, "O essencial é invisível aos olhos...", É nessa essencia que me apego e enxergo.
Uns um pouco mais, outros bem menos, que falam de sentimentos. Sentimentos dos quais carecemos.


Escrito por keniaanjo às 19h28
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

26/06/2010

Dream On

Sonhe

Toda vez que eu me olho espelho
Todas estas linhas no meu rosto se clareiam.
O passado se foi,
Passou como o crepúsculo à aurora.
Não é desse jeito que
Todo mundo tem que pagar suas dívidas na vida?

Sim, eu sei que ninguém sabe
De onde vem e para onde vai.
Eu sei que é o pecado de todo mundo
Você ter que perder para saber como vencer.

Metade da minha vida está escrita em páginas de livros.
Vivo e aprendo dos tolos e dos sábios.
Você sabe que é verdade,
Todas as coisas que você faz, voltam para você.
Cante comigo, cante pelos anos,
Canta pelo riso e cante pelas lágrimas,
Cante comigo, se for apenas por hoje,
Talvez amanhã o bom senhor o levará.


Escrito por keniaanjo às 01h55
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

22/06/2010

-Engracado, coracao gelado, tu mudou!

Nao sei se foi o "cambio", essa coisa de mudanca repentina de hábitos, costumes e cultura... O afeto me dominou de uma tal forma, que antes eu mal sabia abracar. Agora eu quero isso constantemente!
Sao vícios, que a gente descobre ao longo da vida. Que talvez nem tenhamos nos dado conta, porque tá aí! E geralmente essas coisas cotidianas, passam desapercebidas. Somos praticamente robôs, nao nos preocupamos mais com pessoas e sentimentos é tudo girando em torno de algo material, da vida dos sonhos.
Existem vezes que o ato mecânico, nao é totalmente intencional, é que como disse, tá aí, bem a nossa frente.


Escrito por keniaanjo às 01h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

31/05/2010

Insanamente...

Eu tenho saudades... Muitas. Já choro, já nao aguento mais! Nao sei se me arrependo, de transformar uma semana em dois meses, ou se fico feliz por fugir um pouco mais, pensar um pouco mais, ser livre um pouco mais. Eu juro que na minha cabeca, essa coisa de deixar os amigos nao ia me abalar tanto. Entao, já nao sei se é TPM ou se realmente é a saudade batendo forte.
Eu que já nao estava tao atraída por uma determinada pessoa, agora queria estar agarrada a ela e nunca mais soltar. Me apaixonei mesmo, e foi do nada. Nao sei se a coisa do "ver e nao poder tocar" influenciou, porém se foi isso, deu certo! Quero tocar, quero beijar, quero ter.
Dentre depoimentos, recados e conversas, descubro saudades que nao tinha a nocao de que poderiam existir. Encontro as reais pessoas que me querem, e que fazem questao de lembrar isso a cada dia. Encontr saudades excentricas, indiretas e subjetivas. Que acabam por aparecer sem quere nas entre linhas. É um substantivo que nunca foi tao presente, quanto está sendo.

"Lembrança de pessoas ou coisas distantes ou não mais existentes, acompanhada da vontade de tornar a vê-las ou possuí-las."

Eu quero vê-las, possuí-las. Mesmo que seja pra me estressar mais uma vez, sei que vai valer a pena estar ao lado novamente.

Eu já nao aguento mais essa saudade, que ao invés de doer, arde.
Encomoda aqui dentro, certo, cheio, no meu peito.
E bem que eu disse que quem ia dessa vez ia ser eu, a diferenca é que eu me coloquei do outro lado e vim que a dor é muito maior pq lá eles perderam um, aqui eu perco todos!


Escrito por keniaanjo às 05h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

29/05/2010

O tempo passa...

Sabe que parei pra pensar sobre os meus 13 anos, essa idade é a relíquia que eu vou sempre guardar. Deste ano, terei muitas histórias pra contar para os meus filhos, e quem sabe netos.
Pensando em fatos passados, e os comparando com o atual "hoje", vejo como as coisas mudam.
A doida que era vulgarizada hoje em dia tem uma relacao firme, e é figura popular da cidade, sem ser vulgar. A que nao fumava maconha, por que julgava errado, hoje fuma mas do que as outras duas. Duas sim, porque tem a história de mais uma, que aprendeu muito com essas, e que, apesar de ter sido louca, se drogado e bebido a quantidade exata pra se esquecer da vida, sempre tinha consciência daquilo, e era divertido! Aliás nao se deve julgar esse tempo, quando o proibido chega a provocar tesao.  Hoje em dia ela já quase nao fuma mais, e bebe o que julga razoável. Mas sabe que tudo aquilo foi necessário pra crescer. E, apesar de recordar tantas merdas, ela também tem a recordacao de um dos melhores anos de toda sua vida, até o tal "hoje". De um novo mundo, que se abriu com o tempo!
E vez ou outra, ri sozinha, pensando nas histórias, que só as mesmas 3 sabem e guardarao pra vida toda!

Aaaah, o tempo passa... E o natural do ser humando é sentir saudade depois! E como me recordo de já ter digitado aqui um dia "faria tudo de novo, porque se nao fizesse, nao seria eu" e tá pra nascer alguém mais narcisista que eu, claro que indiretamente.
Eu me amo por isso, e por tudo mais, e pelo o que vem.


Escrito por keniaanjo às 18h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

27/05/2010

Argentina...

Ultimamente eu tenho aumentado minha decisao, essa é a vantagem de poder se dar ao luxo de fugir dos problemas por um tempo. Estiquei minha estadia pra 6 meses, claro fui praticamente assaltada pela companhia aérea com uma multa sem igual, me deixaram desnuda sem eu nem sentir. Enfim, seguindo o assunto... A cada dia me enamoro mais dessa cidade, nao sei se viver aqui é a melhor opcao pra mim, tao pouco sei se o Brasil também é o lugar. Que merda nunca saber de nada!

Um passo e um destrói toda a vida! Um erro e um jamais pode voltar atrás. O meu problemas mais do que tudo, é o medo forte e persistente de errar. Ainda que me digam que "errar é humando", "se nao tentar nunca vai saber", esse clichês nao me convecem. De certo, quem os escreveu nao tinha um quilombo assim na cabeca.

Eu sou uma fanfarreira, a banda passa e eu vou junto, e quando ela se desfaz, eu me embriago e fico esperando ela voltar. Só que é só ano que vem, e a cada Reveillon eu fico fazendo mil promessas, tentando coisas. Sorte que ainda tem o ano novo pra renovar as energias e tentar comecar do zero. Mas comecar? Quando voce nao sabe nem se tá no meio ou no fim...
Cacete, que raiva que tenho de mim!


Escrito por keniaanjo às 19h52
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]